Avançar para o conteúdo principal

Magreza excessiva vs Saúde

Actualmente as mulheres procuram cada vez mais um corpo de “capa de revista”. 
Para isso fazem dietas de emagrecimento, tomam medicamentos, fazem exercícios. 
Tudo isto não é contra-indicado se feito com responsabilidade e com orientação de profissionais qualificados. Porém devido a esta busca ser incansável  e pela “exigência” imposta através da media, muitas vezes as mulheres acabam por realizar loucuras para alcançar este objectivo e como consequência surgem muitos casos de doenças psíquicas e físicas devido á esta busca pela magreza. 
São cada vez mais comuns os casos de pessoas que precisam engordar ou, mesmo acima do peso, que tem deficiência de algum tipo de nutriente devido á alimentação restrita e  isso pode ser grave, afinal, quem não tem uma dieta equilibrada, corre o risco de desenvolver diversas doenças, como a anemia e desnutrição. 
É necessário estar atento, pois a alimentação restrita e falta de nutrientes pode ser percebida através de alguns sintomas como queda de cabelo, fraqueza, unhas quebradiças, pele ressecada, cansaço e dor de cabeça, além de baixar a imunidade, o que faz com que a pessoa esteja mais susceptível a infecções respiratórias, ósseas e infecciosas.
A magreza excessiva pode também estar relacionada á baixa auto-estima, depressão, bulimia e anorexia. Estes problemas são sérios e as pessoas que apresentam sintomas como tristeza, insatisfação com a própria imagem em excesso, achar-se gorda apesar de todos dizerem que está magra, ver-se gorda apesar do cálculo do IMC mostrar que está abaixo do peso ideal, forçar o vómito e não se alimentar até chegar a passar ma, deve-se procurar com urgência ajuda profissional.
A magreza pode chegar a certo ponto que influência no sistema hormonal da mulher, causando alterações menstruais, infertilidade e diminuição da libido.
Para saber o peso ideal é necessário realizar um cálculo, o Índice de Massa Corporal (IMC), que é o peso ideal em relação á altura. 
Para isso a fórmula é dividir o peso (em Kg) pela altura (em metros) ao quadrado. Se o IMC for menor que 17 significa magreza excessiva.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cancro da Mama

O Cancro de Mama está a aumentar a sua incidência por todo o mundo e tem sido uma das principais causas de morte entre as mulheres.

Além da taxa de mortalidade, de 30 a 40%, o Cancro de Mama afecta principalmente o campo psicológico, interferindo com a imagem pessoal da mulher e a sua sexualidade.



Os principais factores de risco são:

1. Primeira menstruação precoce;

2. Primeira gestação acima de 30 anos;

3. Anticoncepcionais orais;

4. Menopausa tardia;

5. Terapia de reposição hormonal;

6. Factores genéticos;

7. Tabaco;

8. Idade;


A detecção precoce do Cancro da Mama é um ponto crucial para um bom prognóstico após o tratamento.
O Ministério da Saúde preconiza que as mulheres acima dos 40 anos devem realizar uma mamografia, uma vez ao ano, e mulheres entre os 50 e os 70 anos, realizem o exame 2 vezes ao ano.
Já para as mulheres acima de 35 anos, que apresentem casos de Cancro da Mama na família é recomendado que realizem uma mamografia uma vez ao ano.
Para as demais mulheres recomenda…

T.P.M

A T.P.M, a Tensão Pré Menstrual ou Todos Problemas Misturados ou Tendências a Pontapés e Murros ou Temporada Proibida para Machos ou Toda Paixão Morre ou Tocou, Perguntou, Morreu ou Tente no Próximo Mês ou Tempo Para Meditação ou Tendência Para Matar ou Tira as Patas, Moleque ou Tenha Paciência Meu...
ou como vocês queiram chamar-lhe...
constitui um drama entre todas as mulheres!!!
A tensão pré-menstrual, que afeta milhões de mulheres em idade reprodutiva, é caracterizada por um complexo de sintomas físicos, cognitivos e emocionais que ocorrem durante a fase lútea do ciclo menstrual e diminuem rapidamente com o início da menstruação. O objectivo do tratamento para a síndrome pré-menstrual é melhorar ou eliminar os sintomas, reduzir seus impactos nas atividades diárias e relacionamentos da mulher e minimizar os efeitos adversos do tratamento.
Diversas estratégias para o tratamento desta síndrome têm sido propostas. Nos casos em que os sintomas são leves, educação e terapia de acompanha…

Receita: Arroz para Sushi

Ingredientes:
1 xícara de Arroz para Sushi
1 xícara de Água
2 + 1/2 colheres (sopa) de Vinagre de Arroz
1 + 1/2 colheres (sopa) de Mirim
1 + 1/2 colheres (sopa) de Açúcar
1 pitada de Sal

Modo de Preparo:
Lavar o arroz em água corrente, até esta ficar limpa (cerca de 6/7 vezes).
Escorrer o arroz e deixar descansar por 15 minutos.
Levar o arroz ao lume com a mesma quantidade de água.
Deixar levantar fervura, em lume alto e tapado.
Assim que ferver, baixar o lume, deixando cozer, com a tampa entreaberta, até a água evaporar.
Depois da água evaporar, desligar o lume, voltar a tapar e deixar descansar por 5 minutos, sem nunca destapar!
Juntar os restantes ingredientes numa taça. Se preferir, levar ao lume para o açúcar dissolver mais rapidamente!
Verter o arroz para uma travessa larga (de preferência, de madeira!), regar com a calda e mexer o arroz com uma espátula de madeira, para o arroz ficar temperado por inteiro.
Deixar arrefecer por completo, antes de usar!

Para incrementar a experiê…