sábado, 16 de novembro de 2013

Benefícios da Canela

A Canela, extraída da árvore Cinnamomum Zeylanicum, no Sri Lanka, consumida diariamente pode trazer vários benefícios à nossa saúde!

A ingestão diária de 2 a 4 gramas (cerca de uma colher de chá) pode ajudar:

* Na redução da tensão arterial;
* Na redução dos níveis de açúcar em pessoas com Diabetes do Tipo 2;
* No alívio de dores reumáticas e musculares, após esforço excessivo;
* No alívio de digestões difíceis;
* Na diminuição de Flatulência;
* Na prevenção de Fungos e Microrganismos, devido às suas propriedades anti-sépticas, caso seja usada em forma de óleo essencial ou tintura.


Como usar a Canela diariamente?

* No pequeno-almoço, polvilhado por cima de uma taça de cereais ou num copo de leite morno;
* Em pratos principais, como por exemplo estufados, um pau de Canela pode despertar novas sensações;
* Em sobremesas, com especial destaque para esta época mais fria, em frutos assados ou num iogurte;
* Em forma de infusão, sendo esta feita com meia colher de chá por cada 250ml de água;
* No café, dissolvendo o açúcar com um pau de Canela.


NOTA: NÃO devem abusar da Canela pessoas que sofram de Úlceras, mulheres grávidas (correndo o risco de estimularem as contracções uterinas) ou pessoas que sofram de alergias respiratórias!!!!


Para fazer óleo essencial de Canela, dilua uma colher de sopa de pó de Canela em cinco colheres de sopa de óleo de amêndoas doces.
Para fazer uma tintura, dissolva uma colher de chá de pó de Canela em dez colheres de chá de álcool etílico.

domingo, 10 de novembro de 2013

Gastroenterite

É uma inflamação do estômago e intestinos causada por um vírus (como por exemplo, o rotavírus, norovírus, enterovírus, adenovírus ou astrovírus), bactérias (como a salmonella, E-Coli, shigella, campylobacter jejuni ou estafilococo) ou parasitas (como agiardia, mas apenas em casos muito raros), através de falta de higiene no manuseio e preparação de alimentos, inadequada refrigeração, reaquecimento ou confecção dos mesmos ou pelo contacto directo com uma pessoa infectada.

Quais são os principais sintomas?

* Dores abdominais
* Vómitos e Náuseas
* Febre
* Perda de Apetite
* Dores Musculares e de Cabeça
* Diarreia

A Gastroenterite pode também provocar uma elevada desidratação e perda de sódio e potássio, que deverão ser repostos por via intravenosa, caso hajam sintomas de vómito e diarreia graves.


Quais são os principais sintomas de uma desidratação?

* Boca seca e pegajosa
* Pouca a nenhuma micção, de cor amarelada escura
* Olhos encovados
* Letargia e Prostração Física Acentuada
* Tensão Arterial Baixa ( seguida de tonturas ao levantar-se rapidamente)
* Batimento Cardíaco Acelerado
* Perda de Elasticidade na Pele
* No caso de bebés: tendem a não molhar a fralda por mais de 6h, chorar sem lágrimas e ter, designado comummente de "moleirinha encovada".


Quais os procedimentos a seguir?

* Comer várias vezes ao longo do dia, em porções muito pequenas, alimentos pouco sólidos como caldos, frango ou galinha cozidos, arroz, torradas sem manteiga e bananas (que são óptimas para repôr o potássio perdido).
* Manter-se hidratado. É aconselhável beber entre 8 a 10 copos de água por dia. Os chás e caldos também são uma boa opção.
* Evitar comer alimentos gordurosos, condimentados ou ricos em fibra, laticínios, café, álcool e tabaco.
* Deixar o máximo possível.
* Geralmente os sintomas tendem a acalmar em cerca de 2 dias.

No caso de persistência ou agravamento, deve-se ir o quanto antes a uma emergência médica.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Fibrilhação Auricular

O coração trabalha devido a impulsos eléctricos provocados pelo nódulo sinusal (que se situa na aurícula direita). Mas quando este deixa de gerar impulsos regulares surgem as arritmias, entre elas a Fibrilhação!

Em uma pessoa saudável e em repouso, o coração bate em média entre 60 e 100 vezes por minuto, mas em um portador de Fibrilhação Auricular, pode bater entre 100 e 175 por minuto!

É uma doença que atinge de igual forma ambos os sexos, no entanto, é mais frequente em pessoas com mais idade.

Estima-se que 20% dos casos de AVC sejam causados, mais ou menos de forma directa, pela F.A, ou seja, um doente de Fibrilhação Auricular corre um risco 5 vezes maior de vir a sofrer de um AVC do que uma pessoa saudável.
O sangue pode formar pequenos coágulos no coração e estagnar-se facilmente no cérebro e, como não é bombeado convenientemente, pode levar à falência dos órgãos principais!


Quais são os seus principais sintomas?

1. Palpitações (acima de 120 batimentos por minuto)
2. Falta de ar
3. Dor no peito
4. Tonturas e/ou sensação de desmaio
5. Cansaço físico extremo


Como pode ser detectado?
Geralmente é diagnosticado através de um Electrocardiograma mas pode ser feito um despiste inicial através de uma simples medição de Pressão Arterial.


Como pode ser tratado?
A maior parte destes doentes pode ser tratado com um simples anticoagulante.
A maioria faz uma terapêutica que, de alguma forma, abranda e controla o ritmo cardíaco, revertendo a Arritmia.
Em pacientes mais jovens, e sem outros problemas de saúde, é possível fazer uma ablação por cateter (pequenas queimaduras através de cateteres para estimular a regularização dos impulsos eléctricos)!
Em casos mais graves, será feita uma Cardioversão, onde o paciente é sedado e sujeito a uma pequena descarga eléctrica, fazendo um pequeno "reset" e reiniciando o coração, já com o seu ritmo normal!

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Álcool - a droga lícita

Boa tarde meus amores!

Como este blog não é única e exclusivamente para "assuntos fúteis" (de acordo com algumas opiniões!), hoje trago-vos um assunto bem actual, o consumo de álcool na adolescência.

A adolescência é caraterizada por DIVERSAS alterações, quer a nível físico, psicológico e emocional.
É a fase das descobertas e experiências por excelência e, quando não se é nem criança nem adulto o suficiente, as escolhas assertivas podem estar comprometidas!

Segundo o estudo da Sociedade Portuguesa de Hematologia, cerca de 20% dos jovens ( coisa para rondar os 2 milhões...) consome álcool de forma abusiva.
Desses 20%, cerca de 47%, que iniciam o seu consumo alcoólico com apenas 13 anos, prefere bebidas destiladas como vodka ou whishky a bebidas fermentadas como a cerveja e o vinho, que são bem menos nocivas.

Portugal, sendo ele considerado como um país latino, tem enraízado na sua cultura o consumo de álcool, com cerca de 14,6% per capita.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde, Portugal consome 2,4% a mais que o resto da União Europeia!!!

Mas então, o que leva um jovem a consumir álcool como se não houvesse amanhã???

Em primeiro lugar, carências afectivas.
Hoje em dia os pais trabalham cada vez mais, estão menos tempo em casa e, consequentemente, têm menos tempo e paciência para as necessidades básicas dos filhos.
Isto não quer dizer que um pai que passe a vida em casa diminua o risco do jovem beber, não!
É fundamental que os pais participem ACTIVAMENTE nas actividades dos filhos, quer seja nas refeições, a assistir um simples episódio de desenhos animados ou nos deveres de casa e que se mostrem INTERESSADOS pelos acontecimentos diários, por mais irrelevantes que possam parecer.

Um simples: "o que foi que aconteceu?", "queres desabafar?" ou "vai correr tudo bem!" pode fazer muita diferença, acreditem!

Em segundo lugar estão os desvios comportamentais.
É nesta fase que se fazem novas (mas nem sempre boas!) amizades, que nos incitam a fazer novas experiências, quase como uma "prova à aceitação do grupo".
Por mais que os adolescentes queiram ser diferentes e originais, a verdade é que todos procuram, quase de forma incessante, a aceitação de alguém e estão prontos a arriscar o que for!
Sem a devida advertência e exposição das consequências por parte dos pais e educadores, esta busca de aceitação pode levar a caminhos bem perigosos e sem retorno!

Por fim, e para não alongar-me mais, estão os distúrbios psicológicos.
Na maioria dos adolescentes, a timidez está bastante presente e para se sentirem descontraídos, desinibidos e, de certa forma, pessoas mais "cool", o álcool toma um papel bastante importante nesse processo, trazendo consigo uma gratificação imediata mas irreal.
Existe também a intolerância ao desconforto e à frustração, que levam a comportamentos impulsivos.


Quais são as consequências, pelo menos físicas, do abuso do álcool???

1. Défice de coordenação motora;
2. Défice de clareza de pensamentos e perturbações de discernimento;
3. Défice de raciocínio lógico;
4. Euforia;
5. Discurso distorcido;
6. Humor variável;
7. Lapsos de memória;
8. Náuseas e vómitos;
9. Anestesia momentânea;
10. Insuficiência respiratória
11. Desmaios ou comas alcoólicos

 A longo prazo...

1. Instabilidade emocional, variando entre estados de ansiedade, tristeza e irritação;
2. Agravamento das relações interpessoais;
3. Insónias (que aumentam consoante o consumo continuado!)
4. Sintoma de ressaca constante;
5. Perda considerável de memória, quer de momentos recentes como de momentos passados há algum tempo;
6. Deterioração do fígado, dos seus tecidos e das suas funções hepáticas.
7. Dependência do consumo.
8. Morte (!!!)

Com um clima ameno e benéfico para saídas nocturnas associado com o consumo tradicional de bebidas alcoólicas e influências globais, como as series televisivas e publicidades, Portugal é considerado como um dos maiores consumidores, não só a nível europeu como mundial!


Big kiss, Kimino

terça-feira, 19 de março de 2013

Alopecia

Boa noite meus amores!!!


Para variar um pouquinho nos nossos assuntos aleatórios da semana, venho vos falar de Alopecia, conhecida comumente por Ausência de Cabelo ou, em casos mais extremos, Calvíce.

Ao contrário do que se pensa, a Alopecia não é um "mal" exclusivo dos homens. Existem muitas mulheres, por razões diversas, que sofrem do mesmo problema.


O que é, exactamente, a Alopecia?
Não é uma doença! É um sintoma!
Um sintoma de que algo está a correr mal no nosso corpo e que, em casos raros e extremos, pode indicar Lúpus, Sífilis ou Cancro.
A principal diferença entre a Alopecia e uma queda de cabelo normal (considerando uma queda média diária de 100 fios!) é que no primeiro não existe renovação capilar após a queda do fio.
Pode ocorrer na adolescêcia, no entanto é mais frequente entre os 30 e os 45 anos!

Existem diversos tipos de Apopecia mas apenas dois são relativamente frequentes em ambos os sexos, a Androgenética e a Areata.

A Androgenética, de origem genética, pode manifestar-se desde a parte frontal da cabeça, ao que habitualmente chamamos nos homens de "entradas", até à parte de trás da cabeça.
Nas mulheres, manifesta-se geralmente por um enfraquecimento da densidade capilar no topo da cabeça, chegando até a ser possível ver o couro cabeludo!

A Alopecia Areata traduz-se por uma queda capilar repentina, em qualquer zona da cabeça, incluindo sombrancelhas e pestanas, e nos homens até a barba, ao qual damos vulgarmente o nome de "peladas".


Quais são as principais causas?
Maioritariamente as alterações hormonais entre as quais estão a gravidez, o stress, uma alimentação pouco equilibrada e pobre em Ferro, fadiga, choques emocionais, baixa de auto-estima, depressão e diminuição da sociabilização, menopausa ou andropausa, a hereditariedade genética e maus hábitos como o uso excessivo do secador, ferros de alisar, tintas, permanentes e produtos tópicos não indicados para o tipo de cabelo!


O que fazer num caso de suspeita de Apolecia?
Existem médicos especialistas para estes casos, nomeadamente os médicos especialistas em Microtranspantes Capilares que podem fazer uma análise rigorosa ao couro cabeludo através de um Tricograma, onde será determinado o ciclo biológico dos seus fios de cabelo, qual o seu índice de massa capilar, ou seja, a densidade do fio, a quantidade de fios em uma determinada área específica e a quantidade de fios danificados.
Após esta análise cuidada será possível determinar qual o tratamento mais indicado ou se será necessário prosseguir para um transplante capilar.


Quais as soluções existentes?
Em casos mais "simples" alguns produtos como shampoos fortificantes, ampolas e comprimidos estimulantes podem ser suficientes.
Se a origem for derivada a uma alimentação incorreta, a solução pode passar por um reajuste alimentar em conjunto com suplementos vitamínicos.
Em casos mais graves, existem os tratamentos de Electromesoterapia que, através de microimpulsos, estimulam o crescimento, revitalizam os fios existentes e diminuem a queda; as Próteses (designadas de Lace Wigs) em que é implantado cabelo humano, fio por fio, numa base fina e leve e que podem durar cerca de 3 anos, a um custo médio de 400€; e os Micro Transplantes Capilares, onde são recolhidos fios de uma "zona doadora" como a nuca e transplantados na zona problemática, através de uma anestesia local e de várias sessões, com uma duração média de 7 horas e um custo por sessão médio de 3.700€. O inconveniente deste último tratamento, além do preço que é bastante astronómico, é que se o paciente não tiver uma "zona doadora", ou seja, uma zona do corpo que contenha pêlos próprios para serem transplantados, este tratamento não pode ser efectuado, nem mesmo colocado a hipótese de um outro doador ou de implante de "fios sintéticos"!


Espero que este post tenha sido elucidativo e que tenha servido de ajuda!


Big kiss, Kimino

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Vício em comprimidos

Estamos na Era dos comprimidos!
Com ou sem receita médica, a verdade é que os comprimidos são, a nosso ver, drogas lícitas!

Está-se cansado e precisa-se de energia, toma-se um comprimido.
Não se consegue dormir, um comprimido resolve.
Com tristeza... anti-depressivos!

Para tudo existe um comprimido "milagroso" que resolve todos os nossos problemas mas facilmente esquecemos que eles não são nada mais, nada menos, que químicos (drogas!) que viciam!!! 

Na maioria dos casos, o vício em comprimidos surge após uma depressão.

Um namoro ou casamento falhado, a frustração de não conseguir atinguir objectivos, as insónias...

Tudo isso pode levar uma pessoa a desenvolver uma depressão e a refugiar-se em comprimidos e nos seus efeitos momentaneos!!!

Hoje em dia, as pessoas já não querem passar, de forma natural e normal, por um processo de adaptação de dor ou perda! Tendem a optar por um "alívio instantâneo", que, na maioria dos casos, e a meu ver, não só não resolve a questão como a arrasta por um tempo indeterminado!

Em Portugal, estima-se que 9% da população abaixo dos 30 anos sofra de Depressão e 8% na população total, o que é bem mais do que toda a União Europeia junta!!!
Uma em cada 13 pessoas toma actualmente anti-depressivos, especialmente mulheres, na maioria de meia-idade, divorciadas ou desempregadas!

Para não se deixar "cair" numa depressão e num vício tão destrutivo como o consumo de comprimidos tenha em consideração estas "simples" dicas:

* Tenha uma visão realista do problema. Não dramatize a questão!
* Não "rumine" sobre o que falhou nem tente arranjar culpados!
* Rodeie-se de amigos e de pessoas que lhe querem bem e lhe dão felicidade, pois eles não servem apenas para os bons momentos!
* Procure uma actividade que lhe dê prazer e comece a cuidar mais do seu bem-estar.
* Crie pequenos objectivos a atingir e celebre a cada conquista, por mais pequena que seja!
* Se achar necessário, procure uma orientação especializada.
* NUNCA prolongue a toma de medicamentos e tente sempre fazer um desmame o mais depressa possível!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Combinações Perigosas

Misturar certos alimentos ou álcool com a pílula ou outros medicamentos pode causar reacções explosivas!!!

Para evitar males maiores, aqui vão alguns exemplos que devem ser evitados.

Toranja + ansiolíticos, anti-depressivos ou soporíferos (com prescrição médica)
O sumo da toranja tem químicos que bloqueiam as enzimas do sistema digestivo e do fígado, alterando a forma como o corpo metaboliza os medicamentos.
Podem surgir náuseas, tonturas, confusão mental, diarreia ou prisão de ventre!

Anti-fúngicos + ansiolíticos
Os anti-fúngicos livram-nos rapidamente de uma infecção mas altera a forma como as enzimas processam os sedativos, por isso deve-se esperar uma semana após o uso de anti-fúngicos.
A sua mistura pode resultar num sono bastante profundo e nada saudável!

Metronidazol + álcool
O metronidazol é receitado para DST's, tricomonas e vaginites ou qualquer infecção com aumento anormal de bactérias!
Deve-se esperar 3 dias para se poder beber bebidas alcoólicas.
Ter atenção aos xaropes para a tosse também!
O resultado pode ser taquicardia, afrontamentos, formigueiros, náuseas e vómitos!

Erva de S.João + pílula
Esta erva alivia a depressão e melhora o humor mas... corta o efeito da pílula!!!
A erva reduz a quantidade de hormonas no sangue e faz com que a ovulação não seja impedida!

Álcool + acetaminofeno
O acetaminofeno encontra-se em analgésicos e medicamentos para constipações e gripes!
Uma vez dada a mistura haverá um efeito tóxico no fígado.

Café + bebidas energéticas
Ao tomar estas 2 bebidas num espaço de tempo menor a 2 horas, para além de deixa a pessoa extremamente eléctrica causa tremores, batimento cardíaco acelerado, dores de estômago, diarreia, enjoos e vómitos!!!

Pílula + antibióticos
Esta é a mistura mais conhecida.
Toda a gente sabe que os antibióticos cortam o efeito da pílula!!!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Capsaicina

Este post é dedicado aos amantes da comida picante!!!

O composto químico Capsaicina (8-metil-N-vanilil 1-6-nonamida) é o componente activo das pimentas conhecidas internacionalmente como pimentas chili, que são plantas que pertencem ao género Capsicum

É irritante para os mamíferos, incluindo os humanos, e produz uma sensação de queimação em qualquer tecido que entre em contato. 

A capsaicina e diversos componentes correlatos são conhecidos como capsaicinóides e são produzidos como um metabólico secundário pelas pimentas chili, provavelmente como barreiras contra os herbívoros. 

A capsaicina pura é um composto hidrofóbico, incolor, inodoro, de cristalino a graxo.

Tais frutos evoluíram tipicamente para auxiliar na dispersão das sementes, atraindo animais que consomem as frutas e engolem as sementes, as quais passam pelo trato digestivo e são subsequentemente depositadas algures.

Assim pode parecer paradoxal que uma planta gaste uma grande quantidade de recursos para produzir frutos grandes e suculentos e os preencha com um composto que age como uma forte barreira ao consumo.

As sementes das plantas Capsicum entretanto são predominantemente dispersadas por pássaros, nos quais a capsaicina age como analgésico ao invés de irritar.


De todas as suas propriedades destacam-se:

1. Dissolução de coágulos sanguíneos (uma aspirina natural);
 
2. Dissolução de muco dos pulmões;
 
3. Expectorante;
 
4. Descongestionante;
 
5. Indutor da termogênese (efeito de transformar parte das calorias dos alimentos em calor);
 
6. Anti-oxidante;

7. Anti-bacteriana;

8. Analgésica:

9. Anti-inflamatória;

10. Reduz sintomas de Artrite;

Além de todos os benefícios mencionados acima, pesquisas científicas mostraram que o uso da pimenta vermelha durante às refeições, proporciona uma acção no Sistema Nervoso Simpático com respectivo aumento da libertação de catecolaminas (noradrenalina e adrenalina) com consequente diminuição do apetite e da ingestão de calorias, proteínas e gorduras nas refeições seguintes, ou seja, ajuda a emagrecer!

A Adrenalina e a noradrenalina também são responsáveis pelo estado de alerta, daí a ingestão de pimenta estar também associada à melhora de animo em pessoas deprimidas.

Recomenda-se que indivíduos com problemas no trato gastro-intestinal (gastrite, úlcera, hemorróidas e outros) evitem a ingestão, uma vez que a capsaicina funciona como um agente agressor das mucosas.


A Escala de Scoville é uma medida da ardência ou picância de uma pimenta, determinando a quantidade de capsaicina presente na mesma.



A naga jolokia é a malagueta mais picante do mundo e é cultivada apenas na Índia!

 

Naga jolokia




Nota: Para os mais corajosos, na hora em que o picante apertar na língua, evitem beber água fria!
Ela não vai acalmar. Quanto muito, água morna!
O que realmente alivia o picante é leite, de preferência morno!

Beijinhos e até já!!!

Kimino

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Quantos recomeços tem uma vida???

Boas noites!!!

Quantas vezes, ao longo da nossa vida, temos de encerrar um capítulo e começar outro???

Normalmente recomeçamos algo em duas situações.
Ou nos puxam o tapete e temos de nos levantar, mesmo cheio de "nódoas negras" ou por iniciativa própria, quando sentimos vontade de mudar algo na nossa vida!

Quantas vezes mudamos de casa?
Quantas vezes somos despedidos e temos de procurar outro?
Quantas vezes apostamos numa carreira que vem-se a verificar que não era a mais satisfatória e mudamos para outra?
Quantas vezes mudamos de parceiro na vida?

Pelos vistos há imensos recomeços durante uma vida inteira!!!
Mas não importa onde ou em que momento da nossa vida temos de recomeçar.
O que realmente importa é ser-se positivo face ás adversidades e acreditar que se "fechou uma porta mas em breve se abrirá uma janela" ou várias...

Quando começamos uma nova fase na nossa vida sentimos medo.
Medo de falhar, medo de não dar certo, medo de voltar a cair numa desilusão...
O medo pode fazer-nos parar e estar consciente que esse medo existe é, de certo modo, positivo mas, o mais sábio a fazer é não lhe dar uma importância extrema!!!

Mas existe também uma enorme persistência, vontade que as coisas corram bem, alento e paixão!!!

E depois de algumas mudanças...
Usufrui-se da vida de outra forma.
Aprecia-se da paz e harmonia que as coisas nos proporcionam.
Aprende-se a relativizar a importância das coisas na nossa vida.
Define-se objectivos e prioridades diferentes.

Beijinhos e até já!!!

Kimino

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Mulheres tímidas!

Hoje queria debruçar-me sobre a timidez, afinal de contas também faço parte do grupo!!!

Uma pessoa tímida vive constantemente com uma pergunta na sua cabeça: "O que vão pensar de mim?"!

Na infância passam a vida no fundo da sala de aula para passarem despercebidos e rezam para que os professores não lhes façam perguntas.
Mesmo que saibam as respostas ou dizem que não sabem ou respondem tão baixo que ninguém ouve!

Tremem de alto a baixo, têm palpitações, transpiram das mãos e chegam a bloquear quando são obrigados a falar diante de um grupo de pessoas, por muito pequeno que seja!

Na adolescência evitam encontros ou fazer novas amizades pois coram demasiado, principalmente quando toca a rapazes, e não conseguem abrir a boca para falar.
Ficam completamente bloqueadas e quanto mais tentam disfarçar o nervosismo mais os sintomas da timidez se agravam!

São pessoas que, por norma, sentem-se mais á vontade num círculo muito fechado de amigos e família, mas envergonham-se quando são o centro das atenções!

É muito difícil deixar-se de ser tímido.
Muitas nunca o deixam de ser mas não é impossível!!!

A primeira coisa que se tem, obrigatoriamente, de perceber é que não ganhamos nada em ser tímidas!

A opinião das pessoas sobre nós ou sobre o que fazemos ou como nos comportamos é simplesmente uma opinião e só tem a importância que lhe dermos!

Muitas vezes pensamos que nos fixam o olhar e no entanto nem sequer nos vêem!!!

Uma boa solução para perder a timidez de falar perante um grupo, por exemplo, é treinar diante de um espelho vários discursos.

É essencial aprender a valorizar-mo-nos, que nunca seremos perfeitas e que não somos menos que as outras pessoas!

Um bom truque é observar como as outras pessoas se comportam em determinadas situações e"imita-las".
Vai chegar uma altura em que se age naturalmente!

Se mesmo assim a timidez persistir... há sempre a ajuda de um psiquiatra, que ajudará na auto-estima e confiança da pessoa tímida!!

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Inteligência Emocional

O que é a inteligência emocional???

As emoções geram sensações, como a ansiedade ou frustração, que influenciam os nossos comportamentos.

Se racionalizarmos as nossas emoções fazemos com que o tempo de resgate seja menor, logo estaremos menos tempo sujeitos ás sensações que nos afectam a reacção e assim lidar melhor com as emoções!

O ser humano tende sempre a permanecer numa zona de conforto.
Quando pretende algo que lhe dá prazer mas não consegue atingi-lo passa pela dor, por uma frustração e regressa á sua zona de conforto, a inacção, ou seja, deixa-se de definir metas derivado ao "medo de falhar".

E é aqui que entra a inteligência emocional.

A I.E faz com que deixemos de estar tantas vezes na zona de conforto.
Direcciona-nos para a acção, motiva-nos e traça metas para alcançar a "zona de prazer"!

Para quem é mais desmotivado e precisa de ajuda de terceiros, há agências de coaching, que são especializados nesta área!

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Deixar de fumar!

O cigarro é composto por mais de 4.000 substâncias nocivas ao nosso organismo.
Uma delas é sem dúvida o alcatrão, responsável pelo cancro do pulmão.

O tabaco é mais nocivo para as mulheres do que para os homens. São mais vulneráveis ao cancro do pulmão e ao enfarte do miocárdio.

Eis 10 vantagens de deixar de fumar!

1. Poucas horas após o último cigarro, há uma clara diminuição do cansaço com esforço e da pressão arterial.

2. Diminuição da mortalidade e morbilidade.

3. Diminuição do risco de trombose, espasmos coronários, arritmia e anomalias do transporte de oxigénio.

4. Diminuição do risco de asma, bronquite e efisema.

5. Dimunui a incidência de artrite dos membros inferiores, derivada da má irrigação sanguínea.

6. Recupera-se, quase de imediato, o cheiro e o sabor, nos hábitos alimentares.

7. A pele fica mais limpa e luminosa, rejuvenescendo visivelmente.

8. A recuperação da fertilidade é visível e ajuda na disfunção eréctil.

9. Diminui a osteoporose e previne a menopausa precoce.

10. Reduz o risco de cancro do esófago e do pulmão.

Cirurgias: o que funciona (ou não!)


Todas nós já pensámos em corrigir determinadas partes do nosso corpo.

Um nariz torto, preencher os lábios, tirar aquelas gordurinhas a mais na barriga ou glúteos, eliminar as rugas....

No entanto, quando se trata de cirurgias mais invasivas, devemos ter em conta que nem sempre os resultados são os mais agradáveis!!!

É fundamental perceber que, para além de serem extremamente dispendiosos, a recuperação é lenta e bastante dolorosa!

Actualmente podem fazer-se preenchimentos faciais e peelings em qualquer spa e gabinete de estética.
Há até anúncios televisivos, facilitando o pagamento em prestações para diversas cirurgias.

Mas atenção!!!
Muitos destes procedimentos estéticos podem MATAR ou desfigurar irremediavelmente!!!

Por isso, o mais sensato a fazer, e para evitar surpresas desagradáveis, á que ter em conta a nossa saúde, se aguentamos passar por uma anestesia prolongada (e nisto refiro-me ao nosso coração!) e se vale mesmo a pena modificar o nosso corpo de forma definitiva.
Caso estejamos decididas a seguir em frente com a cirurgia, devemos fazer uma pequena investigação sobre a cirurgia em questão e procurar vários médicos qualificados, não só para tirar dúvidas existenciais mas também para poder escolher com confiança o médico mais fiável!!!

Muitos deles apenas estão interessados em facturar, não se preocupando se a cirurgia da qual estamos interessadas é-nos adequada ou se realmente necessitamos!

Hoje em dia as clínicas têm ao nosso dispor catálogos com o antes e depois da cirurgia, que são bons para ter-mos uma ideia dos resultados posteriores, mas, mais uma vez, há que ter em conta que essas fotos são apenas os bons resultados da clínica!

Outra boa sugestão é sondar várias pessoas, de preferência que já tenham sido submetidas a cirurgia, de qual seria o melhor médico para uma determinada intervenção!
Há sempre nomes que se destacam, pelas boas e más razões, e é sempre conviniente saber quais os cirurgiões a evitar, para que não hajam arrependimentos posteriores!

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Vícios

Bons dias!!!

Depois do álcool e das drogas, surgem agora novos vícios, tais como as compras excessivas, a internet, o sexo, o jogo e o próprio trabalho!

Somos educados para sermos independentes e não depender-mos de nada pois dão-nos a ideia que isso é uma coisa má!
O facto é que, ao longo da nossa vida, depara-mo-nos que as dependências afinal não são assim tão maléficas!

Mas como caímos nestas dependências?
Como nos afectam?
E principalmente, como nos livramos delas?

Não existe uma solução mágica. Cada pessoa tem de ter a consciência que é dependente e ter força de vontade de se livrar dela!
Esse é pelo menos o fundamental!!!

Façamos uma reflexão sobre cada um destes vícios!

Compras:
Normalmente atinge as mulheres, dado a sua vaidade!
Preferem comprar uma mala com um preço exorbitante a irem ao supermercado e encherem o frigorífico.
O acto da compra transmite-lhes uma sensação de prazer e de preenchimento de um vazio, que no fundo não passa de um distúrbio emocional.
Em casos mais sérios, chegam a agravar a sua situação financeira de tal modo que começam a passar necessidades e a pedirem dinheiro emprestado, a familiares e amigos, não só para se subsistirem como para a dependência!

Internet:
Pode atingir qualquer pessoa que trabalhe regularmente com um computador.
Tudo começa com um simples acumular de trabalho no escritório, que é levado para casa para terminar.
O trabalho começa a ser menor e para distracção começam a navegar na internet.
Redes sociais, blogues, sites pessoais, jogos... e quando se começa a dar conta, passa-se horas a fio colados num ecrã!
Comparativamente ao vício das compras, não é tão nocivo ao orçamento familiar, no entanto, as relações interpessoais começam por ficar em stand-by!
Em casos mais graves, as pessoas com este tipo de dependência chegam a estar até de manhã ligados á internet, não dormem, começam a não render no emprego, os casamentos ressentem-se devido ao afastamento,...

Sexo:
Começa com o simples uso de sex toys, da masturbação e pode atingir tanto homens como mulheres!
Recorrem a eles depois de terem várias relações com diversos parceiros e não se sentirem satisfeitos com o relacionamento!
Usam-nos com os parceiros, e no princípio, os parceiros gostam da experiência mas, nestes casos tornam-se objectos fundamentais a serem usados!
A insaciabilidade é tal, que mesmo no emprego, têm necessidade de se masturbarem!
Começam a usar o sexo com via de escape a toda e qualquer situação que cause mais stress e ansiedade!

Jogo:
Começa por ser algo excitante e divertido, que transmite uma sensação de poder, de conseguir vencer e poder concretizar rapidamente alguns objectivos!
O humor começa a variar conforme tenha corrido o jogo.
Em casos mais sérios, o acumular de dívidas a agiotas de casinos e casas de jogo é tal que muitos perdem todos os seus bens, entram numa situação financeira irremediável e em muitos casos, devido á falta de cumprimento com o pagamento...são lhes cobradas as vidas em troca das dívidas!!!

Trabalho:
Atinge essencialmente pessoas que são bastante ambiciosas e empenhadas no emprego!
Devido á dedicação são promovidos a grandes cargos e com isso aumentam as responsabilidades e a carga horária laboral!
São pessoas que abstêm-se de ter um relacionamento amoroso e de constituir família, apenas e só para se dedicarem melhor ao emprego!
Chegam até a recusarem sair com os amigos, de ir aos aniversários... só para poderem levar trabalho para casa e claro que, com o passar do tempo, as relações interpessoais que se tinham estabelecido são destruídas!

Beijinhos e até já!!!

Kimino

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Como ganhar auto-motivação!

A única solução é mudar a forma de pensar!

Muitas vezes ficamos depressivos quando regressamos de férias, pois só nos lembramos das coisas boas que isso nos trouxe e associamos o regresso ao emprego como uma coisa dolorosa, um sacrifício!

E se em vez de associarmos o regresso ao emprego como um sacrifício, pensasse-mos que temos alguma estabilidade financeira pois não estamos desempregados e que, com isso podemos fazer uma vida minimamente sossegada?!

A qualidade da nossa vida depende muito da maneira como nós pensamos e como colocamos certas questões a nós próprios!

Para combater o desgaste diário, ajuda imenso pensar numa coisa de cada vez.
Estabelecer pequenas metas e ir cumprindo uma de cada vez.
Planificar o dia,estabelecer prioridades de actividades, associar tarefas parecidas, pedir ajuda quando é necessário e delegar funções é fundamental.

No momento em que as mulheres assumiram as suas vidas profissionais de forma integral como os homens, isso gerou naturalmente um desequilíbrio na gestão do tempo, da energia fisica e emocional!

Beijinhos e até já!!!

Kimino

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Surdez

Boas noites!!!

Só damos importância á nossa audição quando realmente começamos a deixar de ouvir! Até lá... parece-nos sempre algo sem importância!

Nos casos de perda auditiva de grau leve as pessoas podem não se dar conta que ouvem menos, somente um teste de audição (audiometria) revela a deficiência. 

Quando a perda auditiva passa a ser moderada para severa, os sons podem ficar distorcidos e na conversação as palavras tornam-se abafadas e mais difíceis de entender, particularmente quando há várias pessoas a conversar em locais com ruído ou em salas onde existe eco.

O som da campainha e do telefone tornam-se difíceis de serem ouvidos.

O deficiente auditivo pede a todo momento que falem mais alto ou que repitam as palavras.
 
Recém-nascidos com surdez severa e profunda não se assustam com sons altos. 

Crianças com problemas de audição, sem a devida assistência, têm dificuldades no desenvolvimento da linguagem e aprendizagem escolar. 

Em alguns casos de surdez existem sintomas adicionais, como zumbido e vertigens. 

Na infecção do ouvido médio a surdez vem acompanhada de dor e febre. 

A evolução da surdez depende da causa e da gravidade da lesão.
Por exemplo, se houver uma perda auditiva devido a uma exposição a ruídos, acima do limite tolerável (75 decibéis), a audição pode retornar ao normal em 24 horas.
Entretanto, se essa exposição for repetitiva, a lesão causada no ouvido interno poderá ser definitiva e a surdez, portanto, será irreversível.
Em crianças com infecção no ouvido médio (otite média) há acumulação de secreções atrás do tímpano que, na maioria das vezes, é absorvida pelo organismo e a audição tende a normalizar em algumas semanas.
Na presbiacusia (surdez do idoso) e na perda auditiva por medicamentos de uso contínuo, a surdez, em geral, aumenta gradualmente.

Para aqueles pacientes com surdez severa e profunda que não beneficiam com aparelhos auditivos é indicado o uso de um implante coclear.
Os implantes cocleares são sistemas eletrónicos, implantados cirurgicamente, que têm a função de transmitir estímulos eléctricos ao cérebro através do nervo auditivo.
No cérebro esses estímulos eléctricos são interpretados como sons.

No caso de exposição a ruídos intensos, a prevenção da surdez faz-se com a protecção colectiva (intervenção sobre a fonte emissora) ou protecção individual (abafadores colocados no ouvido). 

A prevenção da surdez hereditária é feita através do aconselhamento genético dos pais. 

O cuidado médico pré-natal na gestante previne uma possível surdez na criança que vai nascer. 

Doenças como a rubéola, sífilis e toxoplasmose na gestante que podem causar surdez e outras anomalias. 

Todas as mulheres, especialmente dos 15 aos 35 anos, devem vacinar-se contra a rubéola. 
A vacinação é simples e altamente eficaz. 

Devemos ter cuidado com remédios tóxicos ao ouvido da criança e que são administrados na gestante.
Após o nascimento a audição da criança pode ficar comprometida por certas doenças infecciosas como meningite e sarampo, contra as quais existe vacinação eficaz. 

Devemos ter cuidado também com certos antibióticos que podem ser ototóxicos.
Com o progresso da ciência e tecnologia, o diagnóstico de surdez numa criança pode ser feito desde o nascimento. 

Se há suspeita, a consulta médica deve ser imediata. 

O tratamento na criança surda deve ser iniciado cedo, logo nos primeiros meses. 
Quanto antes for iniciado o trabalho de habilitação na criança surda, pelos profissionais e pelos pais, maior será o aproveitamento na aquisição da linguagem. 

Beijinhos e até já!!!
Kimino

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Aneurisma de Aorta Abdominal

Boas noites!!!

É um aneurisma localizado na aorta abdominal infra-renal, ou seja, na parte da aorta situada entre as artérias renais, e sua bifurcação em artérias ilíacas.
É um tipo de aneurisma que ocorre na prática médica com maior frequência.

Normalmente se mede o diâmetro antero-posterior ("largura") da dilatação e, em relação a aorta abdominal, considera-se aneurismática quando essa medida é maior que 4 cm.
Uma outra maneira que pode ser utilizada para considerar o aneurisma da aorta abdominal é quando a "largura" da dilatação da aorta abaixo das artérias renais é 0,5cm maior que o diâmetro antes das mesmas.

Geralmente (cerca de 95% dos casos) o AAA ocorre abaixo das artérias renais, e usualmente está associado à doença aterosclerótica da aorta.
Entretanto, as observações clínicas, estudos genéticos e análises bioquímicas mais recentes, indicam que o aneurisma se desenvolve por uma alteração do sistema conjuntivo da parede arterial (elemento que forma parte da parede das artérias).

Os principais factores de risco são o tabagismo, hipertensão arterial e a doença obstrutiva crónica pulmonar.

Os aneurismas de aorta abdominal evoluem, na maioria das vezes, silenciosamente, pois não causam qualquer sintoma, e são descobertos durante um exame clínico ou estudo abdominal por métodos não invasivos como raio-X, ultra-som etc.
Normalmente os sintomas aparecem quando o aneurisma fica muito grande, causando a "sensação de coração batendo na barriga", ou quando comprimem e corroem estruturas vizinhas, causando "dor e desconforto abdominal".

Embora não haja prova definitiva da importância genética do aneurisma da aorta abdominal, os dados epidemiológicos mostram elementos muito significativos. Em estudo de rastreio dirigido, os familiares das pessoas com diagnóstico de aneurisma da aorta abdominal têm mostrado uma prevalência maior dessa doença.

Beijinhos e até já!!!

Kimino

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Branqueamento Dentário

O branqueamento dentário é um processo de eliminação de manchas e descoloração controlada dos dentes de forma a torná-los mais brancos.
Em termos simples, trata-se da aplicação de um gel especial para penetrar no interior dos dentes e que os torna mais brancos.

O branqueamento dental no dentista:

O seu dentista coloca o gel branqueador nos seus dentes, protege as suas gengivas e lábios e depois aplica um feixe de luz (frequentemente chamado de laser) para acelerar o processo de branqueamento.
Os seus olhos estarão protegidos por óculos especiais e a incidência de luz apenas se foca nos dentes.
Na realidade não é usado nenhum laser, mas mesmo assim convencionou-se que estas intervenções são um branqueamento dentário a laser muito porque se aplica uma luz (regra geral azul) e que dá a ideia de ser um laser.
Não se preocupem, é um feixe de luz inofensivo que apenas serve para activar o gel branqueador.
Cerca de 1 hora depois, estará terminado o tratamento.

seu dentista removerá o afastador dos lábios e outras protecções e lavará os seus dentes.

Beijinhos e até já!!!

Kimino

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Prevenção do Enfarte

A prevenção baseia-se em um maior controle e tratamento dos factores de risco listados anteriormente, bem como adoptar hábitos de vida mais saudáveis.

Dentre as principais recomendações, podemos citar: 

1. Seguir uma dieta balanceada, rica em frutas e verduras. Com baixa quantidade de gorduras e sal. 

2. Perder peso, em caso de obesidade ou sobrepeso. 

3. Parar de fumar. 

4. Praticar atividades físicas regularmente, sob orientação médica.

5.  Tratar adequadamente doenças como o colesterol alto, hipertensão arterial e diabetes mellitus.

Beijinhos e até já!!!
Kimino

Doacção de Medula Óssea

Existem dois processos de colheita de células para transplantação de medula:

1. Colheita a partir da medula óssea - Células progenitoras colhidas do interior dos ossos pélvicos. 
Requer geralmente anestesia geral e uma breve hospitalização.

2. Colheita de células progenitoras periféricas - Colheita feita no sangue periférico, geralmente a partir de uma veia do braço, através de um processo chamado aférese, em que o dador tem de tomar previamente um medicamento que é um factor de crescimento que vai fazer aumentar a produção e circulação de células progenitoras no sangue periférico.

Além destes dois métodos, existe ainda outra fonte de células progenitoras que são as células do cordão umbilical. 
Neste caso, após consentimento prévio da mãe, as células são colhidas do cordão umbilical quando o bebé nasce. 
O cordão umbilical tem uma percentagem muito elevada de células progenitoras mas como a quantidade geralmente é pequena, são utilizadas, sobretudo, na transplantação de crianças. 

Não custa nada salvar uma vida!!!

Beijinhos e até já!!!


Kimino

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Psoríase

A psoríase é uma doença de pele genética auto-imune. A palavra vem do grego e significa erupção sarnenta.
É uma doença crónica, hiperproliferativa da pele, de etiologia desconhecida, mostrando uma grande variedade na severidade e na distribuição das lesões cutâneas.
Na maioria dos casos, apenas a pele é acometida, não sendo observado qualquer comprometimento de outros órgãos ou sistemas.
Em pequenas percentagem e casos há artrite associada. Homens e mulheres são atingidos de igual forma, na faixa etária entre 20 e 40 anos, podendo, no entanto, surgir em qualquer fase da vida e com grande frequência em pessoas da pele branca, sendo raras em negros, índios, asiáticos e não existe entre esquimós.

Como é uma doença que afecta a pele, órgão externo e visível, esta doença tem efeitos psicológicos não negligenciáveis.
Com efeito, a forma como cada indivíduo se vê a si mesmo está relacionada com a valorização pessoal numa sociedade que é, muitas vezes, mais sensível à aparência exterior que a outras características da personalidade, o melhor cuidado a ter com uma pessoa afectada por esta doença é dar-lhe apoio psicológico (ternura, carinho, afecto e atenção).

Muitas vezes a artrite psoriática é confundida com a gota, em função de existirem sintomas semelhantes, como articulações inflamadas e extremamente doridas.

Para que se faça um diagnóstico preciso é necessário procurar um bom reumatologista que faça um estudo do histórico de doenças que o indivíduo já teve, além de seus familiares, por ser uma doença hereditária.
Às vezes é necessário fazer-se uma artroscopia.
Pode-se tratar durante anos equivocadamente os sintomas da psoríase como se fossem manifestações de outras doenças.
Por exemplo: dores lombares e rigidez matinal podem ser confundidas com problemas na coluna vertebral, deformações nas unhas podem ser confundidas com ataque de fungos, feridas e escamações no couro cabeludo, atrás das orelhas e nas sobrancelhas podem ser confundidas com dermatite seborréica, entre outras.
Manifesta-se com a inflamação nas células da pele, chamadas queratonócitos, provocando o aumento exagerado de sua produção, que vai se acumulando na superfície formando placas avermelhadas de escamação esbranquiçadas ou prateadas.
O sistema de defesa local, formado pelo linfócitos T, é ativado como se a região cutânea tivesse sido agredida.
Em consequência, liberam substâncias mediadoras da inflamação, chamadas citocinas que aceleram o ritmo de proliferação das células da pele.
Estas descobertas recentes são importantes para que drogas actuem somente no locais afectados, diminuindo os efeitos colaterais e aumentando a sua eficácia.
Actualmente estão a ser testados mais de trinta medicamentos em todo o mundo.
Os lugares de predilecção da psoríase são os joelhos e cotovelos, couro cabeludo e região lombossacra (todos locais frequentes de traumas - fenómeno de koebner).

Tipos de psoríase: psoríase em placas, psoríase invertida, psoríase em gotas, psoríase palmoplantar, psoríase pustulosa, psoríase eritrodemia e psoríase artropática.
O entendimento da psoríase é tão complexo que parece não uma doença, mas várias em uma só.
Sendo assim imprevisível a sua evolução ou regressão.

Beijinhos e até já!!!

Kimino

Transtorno Obssessivo-Compulsivo

O Transtorno obsessivo-compulsivo consiste na combinação de obsessões e compulsões. 

O que são obsessões? 

São pensamentos recorrentes insistentes que se caracterizam por serem desagradáveis, repulsivos e contrários à índole do paciente. 
Por exemplo, uma pessoa honesta tem pensamentos recorrentes de roubo, trapaça e traição. 
Uma pessoa religiosa tem pensamentos pecaminosos, obscenos e de sacrilégios. 
 
Os pensamentos obsessivos não são controláveis pelos próprios pacientes. 
Ter um pensamento recorrente apenas pode ser algo desagradável, como uma música aborrecida ou um problema não resolvido, mas ter obsessões é patológico porque causa significativa perda de tempo, queda no rendimento pessoal e sofrimento pessoal. 
Como o paciente perde o controlo sobre os pensamentos, muitas vezes passa a praticar actos que, por serem repetitivos, tornam-se rituais. 
Muitas vezes têm a finalidade de prevenir ou aliviar a tensão causada pelos pensamentos obsessivos. 
Por exemplo, uma pessoa cada vez que se lembrar do patrão acredita que isso provocará um acidente de carro e, para que isso seja evitado, pois o paciente não quer ter a consciência de ter participado do acidente, realiza certos gestos para neutralizar o pensamento. 

Assim, as compulsões podem ser secundárias às obsessões. 
As compulsões são gestos, rituais ou acções sempre iguais, repetitivas e incontroláveis. 
Um paciente que tente evitar as compulsões acaba submetido a uma tensão insuportável, por isso cede sempre às compulsões. 
Os pacientes nunca perdem o juízo a respeito do que acontece com eles mesmos e percebem o absurdo ou o exagero do que se está a passar, mas como não sabem controlar, temem estar a enlouquecer, e pelo menos no começo tentam esconder os seus pensamentos e rituais. 

No transtorno obsessivo-compulsivo os dois tipos de sintomas quase sempre estão juntos, mas pode haver a predominância de um sobre o outro. 
Um paciente pode ser mais obsessivo que compulsivo ou mais compulsivo do que obsessivo.

Beijinhos e até já!!!
Kimino

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Obesidade

Do ponto de vista físico, o problema e as consequências da obesidade estão associadas a diminuição das capacidades funcionais, como andar alguns metros, fazer compras, apanhar objectos do chão, subir uma escada,...

Este é um dos grandes problemas da nossa sociedade actual e está associado á hipertensão arterial, diabetes, doenças articulares, apneia do sono, cancro, depressões e outras desordens psicológicas, morbilidade e até mortabilidade!

O excesso de peso modifica a nossa visão em relação ao nosso corpo.
Desvalorizamos a nossa auto-imagem, aumentamos a ansiedade e diminuímos o nosso bem estar e a forma como nos relacionamos.

A forte pressão dos media na promoção a um corpo magro, esguio e tonificado faz com que a pessoa obesa se exclua socialmente.
Isola-se de actividades sociais, de actividades profissionais, de relacionamentos amorosos, de amizades, da família...

Beijinhos e até já!!!

Kimino


sábado, 9 de outubro de 2010

Ansiedade

A ansiedade é um sentimento de apreensão desagradável, vago, acompanhado de sensações físicas como vazio,  frio no estômago ou na espinha, opressão no peito, palpitações, transpiração, dor de cabeça, falta de ar, entre outras.
A ansiedade é um sinal de alerta, que adverte sobre perigos iminentes e capacita o indivíduo a tomar medidas para enfrentar ameaças. 
O medo é a resposta a uma ameaça conhecida, definida. 
A ansiedade é a resposta a uma ameaça desconhecida, vaga.

Ela prepara o indivíduo para lidar com situações potencialmente danosas, como punições ou privações, ou qualquer ameaça á integridade pessoal, tanto física como moral. 
Desta forma, a ansiedade prepara o organismo a tomar as medidas necessárias para impedir a concretização desses possíveis prejuízos, ou pelo menos diminuir suas consequências. 
Não é um estado normal, mas é uma reacção normal, assim como a febre não é um estado normal, mas uma reação normal a uma infecção. 
As reações de ansiedade normais não precisam ser tratadas por serem naturais e auto-limitadas. 
Os estados de ansiedade anormais, que constituem síndromes de ansiedade são patológicas e requerem tratamento específico. 
 
A ansiedade é normal para o bebé que se sente ameaçado, se for separado de sua mãe, para a criança que se sente desprotegida e desamparada longe de seus pais, para o adolescente no primeiro encontro com sua pretendente, para o adulto quando contempla a velhice e a morte, e para qualquer pessoa que enfrente uma doença. 
A tensão oriunda do estado de ansiedade pode gerar comportamento agressivo sem com isso se tratar de uma ansiedade patológica.
É um acompanhamento normal do crescimento, da mudança, de experiência de algo novo e nunca tentado, e do encontro da nossa própria identidade e do significado da vida. 
A ansiedade patológica, por outro lado, caracteriza-se pela excessiva intensidade e prolongada duração proporcionalmente à situação precipitante. 
Ao invés de contribuir para o enfrentamento do objecto de origem da ansiedade, atrapalha, dificulta ou impossibilita a adaptação. 

Beijinhos e até já!!!
 Kimino

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Magreza excessiva vs Saúde

Actualmente as mulheres procuram cada vez mais um corpo de “capa de revista”. 
Para isso fazem dietas de emagrecimento, tomam medicamentos, fazem exercícios. 
Tudo isto não é contra-indicado se feito com responsabilidade e com orientação de profissionais qualificados. Porém devido a esta busca ser incansável  e pela “exigência” imposta através da media, muitas vezes as mulheres acabam por realizar loucuras para alcançar este objectivo e como consequência surgem muitos casos de doenças psíquicas e físicas devido á esta busca pela magreza. 
São cada vez mais comuns os casos de pessoas que precisam engordar ou, mesmo acima do peso, que tem deficiência de algum tipo de nutriente devido á alimentação restrita e  isso pode ser grave, afinal, quem não tem uma dieta equilibrada, corre o risco de desenvolver diversas doenças, como a anemia e desnutrição. 
É necessário estar atento, pois a alimentação restrita e falta de nutrientes pode ser percebida através de alguns sintomas como queda de cabelo, fraqueza, unhas quebradiças, pele ressecada, cansaço e dor de cabeça, além de baixar a imunidade, o que faz com que a pessoa esteja mais susceptível a infecções respiratórias, ósseas e infecciosas.
A magreza excessiva pode também estar relacionada á baixa auto-estima, depressão, bulimia e anorexia. Estes problemas são sérios e as pessoas que apresentam sintomas como tristeza, insatisfação com a própria imagem em excesso, achar-se gorda apesar de todos dizerem que está magra, ver-se gorda apesar do cálculo do IMC mostrar que está abaixo do peso ideal, forçar o vómito e não se alimentar até chegar a passar ma, deve-se procurar com urgência ajuda profissional.
A magreza pode chegar a certo ponto que influência no sistema hormonal da mulher, causando alterações menstruais, infertilidade e diminuição da libido.
Para saber o peso ideal é necessário realizar um cálculo, o Índice de Massa Corporal (IMC), que é o peso ideal em relação á altura. 
Para isso a fórmula é dividir o peso (em Kg) pela altura (em metros) ao quadrado. Se o IMC for menor que 17 significa magreza excessiva.
Beijinhos e até já!!!
Kimino

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Prevenção do Cancro do Colo do Útero

Esta é a segunda causa de morte entre as mulheres mais jovens (a primeira é o cancro da mama!) e não tem sintomas.

Estima-se que 8 em cada 10 mulheres poderão vir a ser infectadas com o vírus.

Como prevenir é sempre melhor que vir a ter de se remediar...

O melhor mesmo é fazer o exame papanicolau regularmente para rastrear alguma anomalia e tomar a vacina do HPV (Human Papiloma Virus, ou seja, vírus do papiloma humano).

A vacina cobre alguns tipos de HPV responsáveis por 75% destes cancros na Europa mas infelizmente as estirpes são inúmeras e a vacinação não as cobre por inteiro.
No entanto... é sempre melhor que nada!!!

Beijinhos e até já!!!

Kimino

domingo, 3 de outubro de 2010

Menopausa

A maioria das mulheres chega à menopausa entre os 45 e os 50 anos.
Para algumas mulheres, o fim da menstruação ocorre de repente.
Termina um período menstrual e outro jamais ocorre.

Quando e por que acontece?
Hereditariedade, doenças, stress, medicações e cirurgias podem influenciar na ocorrência da menopausa. 
O período de ocorrência em geral vai dos 40 até uns 55, raramente antes ou depois disso.
As estatísticas indicam que as fumantes tendem a ter a menopausa mais cedo e as de peso mais elevado, mais tardia.
No nascimento, os ovários da mulher já contêm todos os óvulos que ela terá pelo resto da vida.
Durante cada ciclo menstrual, de 20 a 1.000 óvulos amadurecem.
Daí um, ou às vezes mais de um, é liberado do ovário e fica disponível para fecundação, os demais se desintegram.
Também, na maturação dos óvulos, os níveis das hormonas estrogénio e progesterona regularmente aumentam e diminuem.
À medida que a mulher chega aos 40, os níveis de estrogénio e de progesterona começam a baixar, gradual ou irregularmente, e a liberação de óvulos talvez deixe de ocorrer a cada ciclo.
Os períodos menstruais ficam menos regulares. 
O fluxo menstrual muda de padrão, tornando-se mais escasso ou mais abundante.
Por fim nenhum óvulo é liberado e os períodos menstruais terminam.
A última menstruação é o clímax de um processo de mudanças nos níveis hormonais e na função ovariana que pode ter levado uns dez anos.
Contudo, quantidades menores de estrogénio continuam a ser produzidas pelos ovários por 10 a 20 anos depois da menopausa.
As glândulas supra-renais e as células adiposas também produzem estrogénio.
Os tecidos sensíveis à acção do estrogénio, ou que dele dependem, são afectados à medida que seu nível abaixa.
Acredita-se que as ondas de calor resultem de efeitos hormonais na parte do cérebro que regula a temperatura do corpo.
Não se sabe exactamente como isso funciona, mas parece que o termostato do corpo é ajustado para baixo, de modo que as temperaturas antes consideradas confortáveis de repente se tornam quentes demais, e o corpo passa a produzir calor e a transpirar para se esfriar.
Metade das mulheres que terão ondas de calor começarão a senti-las enquanto ainda estiverem a menstruar normalmente, já a partir dos 40 anos.
Estudos mostram que a maioria das mulheres sentem ondas de calor por dois anos.
Nesse período da vida da mulher, os tecidos vaginais ficam menos espessos e menos húmidos, com a diminuição dos níveis de estrogénio.
Outros sintomas que as mulheres sentem, podem incluir “suores noturnos, insónias, incontinência, súbito inchaço na região abdominal, palpitações, choro sem razão evidente, explosões de temperamento, enxaquecas, comichões e lapsos de memória.

A diminuição do estrogénio causa depressão?
A resposta parece ser positiva no caso de algumas mulheres, como as que já experimentavam alterações de humor antes de seus períodos menstruais e as que sofrem de privações de sono por causa de suores noturnos.
Mulheres neste grupo parecem ser muito sensíveis aos efeitos emocionais das flutuações hormonais. Sintomas mais graves provavelmente sentem as mulheres que entram na menopausa abruptamente, em resultado de radioterapia, quimioterapia ou remoção cirúrgica de ambos os ovários.
Esses procedimentos podem causar uma queda súbita nos níveis de estrogénio e, com isso, a manifestação de sintomas menopáusicos.
Nestes casos pode ser prescrita uma medicação de reposição de estrogénio, dependendo da saúde da mulher.
A severidade e o tipo de sintomas variam muito de mulher para mulher, mesmo entre as aparentadas entre si. Isto se dá porque os níveis hormonais diferem de uma mulher para outra e declinam a índices variados.
A época da menopausa muitas vezes coincide com outras circunstâncias stressantes na vida da mulher, tais como cuidar de pais idosos, entrar no mercado de trabalho, ver os filhos crescer e sair de casa e outros ajustes da meia-idade.
Essas tensões podem provocar sintomas físicos e emocionais, como perda de memória, dificuldade de se concentrar, ansiedade, irritabilidade e depressão, que podem erroneamente ser atribuídos à menopausa.
A menopausa não é o fim da vida produtiva da mulher, é apenas o fim de sua vida reprodutiva.
Depois de seu último período menstrual, seu estado de espírito em geral é mais estável.
Embora se esteja focalizado o fim da menstruação por ser uma mudança óbvia, esta é apenas uma manifestação do processo de transição em que a mulher deixa a fase reprodutiva de sua vida.
A puberdade, a gravidez e o parto também são fases de transição acompanhadas de mudanças hormonais, físicas e emocionais.
A menopausa, portanto, é a última, mas não a única, fase de mudanças por indução hormonal na vida de uma mulher.
Assim, a menopausa é um estágio na vida.
Animadoramente o fim da fertilidade da mulher é tão natural e inevitável como foi o seu começo preordenado.
Chegar à menopausa é realmente um indicativo de boa saúde, um sinal de que o relógio interno do organismo está a funcionar bem.

Beijinhos e até já!!!

Kimino

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Como deixar de ter Medo?

Guia de 8 passos para se deixar de ter medo.

1. Identificar o que causa medo. É um medo real ou fruto da imaginação?

2. Aprender sobre o que se tem medo. Saber mais sobre o medo faz com que perca importância.

3. Visualizar. Imaginarmo-nos na situação que mete medo faz-nos criar uma noção de como agir.

4. Descubrir alguém com o mesmo medo. Enfrentar o medo com outra pessoa que a compreenda ajuda.

5. Partilhar o medo. Ao dividir com alguém, o medo deixa de ser só nosso e perde força!
6. Desenvolver diálogos mentais positivos. Ajuda a abstrair do medo.

7. Filtrar o medo por etapas. O objectivo é olhar primeiro para a árvore e não para a floresta.

8. Libertação. Viver em função do medo é limitador. A maior parte dos cenários negativos acabam por nunca acontecer. Acreditar e apreender atitudes positivas devem ser tidas em conta e não atrair energias negativas.

Beijinhos e até já!!!

Kimino

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Ninfoplastia

Trata-se de uma cirurgia de correcção das partes íntimas, em especial de correcção da vagina.
É uma cirurgia pouco procurada, pois só quem realmente tem os lábios vaginais grandes e sente um desconfortável incómodo procura cirurgiões para a sua correcção.
O desenvolvimento excessivo dos lábios vaginais pode ocorrer pela genética, porém em alguns casos isso ocorre pelo uso de anabolizantes com o objectivo de ganhar massa muscular, pois os anabolizantes são hormonas masculinas, os quais provocam um efeito colateral na mulher, causando o aumento do clitóris e também dos pequenos lábios.
Na cirurgia é dada uma anestesia local com um sedativo, sendo que a cirurgia dura aproximadamente uma hora e o tempo de internação até seis horas.
Para voltar à actividade sexual só após trinta dias.
As cirurgias íntimas mais comuns são redução dos pequenos lábios, restaurando tudo para voltar a ter um aspecto estético natural.
Redução dos grandes lábios, aonde pode ser feito uma lipoaspiração quando os lábios são volumosos e espessos para a retirada de parte do tecido.
 Em algumas mulheres estes lábios podem ficar flácidos, então neste caso são feitos um preenchimento com a própria gordura da paciente, a qual é retirada de outro local.

Beijinhos e até já!!!

Kimino